Conexão Wifi: 6 Problemas mais comuns + soluções para eles!

Se você viveu o tempo da internet discada, provavelmente vai se lembrar de ouvir aquele barulhinho um tanto escandaloso e ter que esperar pela conexão. Só se podia utilizá-la aos finais de semana, em horários específicos e torcendo para que ninguém precisasse do telefone. Bons tempos, né? Ainda bem que melhoraram!

Especialmente no contexto de digitalização em que vivemos, nos tornamos ainda mais dependentes da internet. Se antes ela já era parte essencial do dia a dia, seja como meio de comunicação, de entretenimento, de estudo ou de trabalho, a Internet faz parte da vida de praticamente qualquer pessoa no século XXI.

Assim, um momento que pode ser bastante desesperador é quando a conexão cai, ainda mais se for no meio de uma reunião, de uma aula, de um episódio ou simplesmente no meio de um tweet. Ficamos nervosos e nos tornamos temporariamente incomunicáveis. Já passou por essa situação?

No post de hoje, selecionamos alguns problemas que ocorrem durante a conexão WiFi e como resolvê-los sem se desesperar ou precisar da ajuda do seu provedor de internet. Vamos lá?

Os erros mais comuns são:

#01. Uma falha na conexão

Pode ser que a internet simplesmente tenha caído momentaneamente, sem qualquer explicação. Para isso, a solução mais simples é desligar a conexão com a rede WiFi, diretamente no ícone no canto inferior direito do seu computador, e ligá-la novamente. No caso do celular, geralmente é só puxar a tela para baixo (ou para cima, no caso de iPhones) e desativar a conexão WiFi. 

Lembre-se de que, quanto mais próximo você estiver do roteador e com menos obstáculos entre os aparelhos – como paredes e móveis – , mais forte será a sua conexão. Por isso, é indicado que ele esteja posicionado em um local mais alto, como uma prateleira, em cima de algum móvel ou até mesmo no alto de uma parede, ou no teto, longe de outros aparelhos que possam interferir. 

Outras alternativas a esta situação são: a instalação de mais de um roteador, que, apesar de ser uma alternativa mais cara por necessitar de mais um ponto de acesso de internet, fortalece a distribuição da conexão, especialmente em espaços como escritórios e áreas mais amplas; ou o uso de repetidores de sinal, que captam o sinal do roteador principal e espalham a transmissão por espaços mais amplos, criando uma segunda rede.

No entanto, não se esqueça de que o repetidor precisa estar perto do roteador principal para conseguir uma boa conexão; caso contrário, ele repetirá um sinal fraco e não melhorará sua conectividade. 

#02. A “sobrecarga” da rede

É importante lembrar que quanto mais aparelhos estiverem conectados à rede, mais lento e instável pode se tornar o seu uso. Ou seja, se você divide a internet com mais pessoas no mesmo espaço ou a utiliza simultaneamente para diversos fins, como jogos, filmes, downloads e streamings, maior a chance de você perder ou tornar mais lenta a conexão. Atualmente, aparelhos que até então não utilizavam a rede WiFi podem ser conectados: geladeiras, televisores, impressoras, luzes… Se puder desconectar algum deles, pelo menos temporariamente, sua conexão agradecerá!

Pode acontecer, embora seja menos comum, que durante o horário de pico, em áreas urbanas congestionadas, a velocidade diminua para todos os usuários, mesmo que não ocupem o mesmo espaço. Além disso, outra explicação possível é que alguém de fora da sua casa, apartamento ou estabelecimento esteja utilizando sua rede. Para evitar que isso aconteça, certifique-se de proteger sua rede com uma senha – e que de preferência não seja muito óbvia, combinado?

#03. Com o roteador

Geralmente, você nem vai precisar seguir adiante nessa lista. Os principais problemas nas redes WiFi são originados nos roteadores, seja por danos ou má utilização, ou até mesmo um pequeno bug. Nossa primeira dica, embora um tanto óbvia para a maioria, é verificar se a luz do sinal sem fio no aparelho está acesa e piscando. Se não estiver, retire o aparelho da tomada, aguarde aproximadamente 10 segundos e conecte-o novamente.

Se ele não voltar a funcionar automaticamente, é preciso resetá-lo. Como cada aparelho pode ter um passo a passo diferente, sugerimos ler o manual de instruções ou procurar algum tutorial específico para o seu aparelho na internet. (Mas como, se estou sem internet? Se não tiver acesso à internet pelo seu celular, esse é um bom momento para ligar para aquele primo que manja tudo de tecnologia ou fortalecer a amizade com seu vizinho e pedir o WiFi emprestado por uns minutinhos). 

#04. Com o sistema operacional (Windows, Linux, Mac…)

Isso pode acontecer quando o computador não reconhecer a conexão sem fio, seja por causa de cabos que foram conectados de forma errada, falhas no adaptador de rede, entre outros motivos. No caso do Windows, se você tiver certeza que os cabos estão corretos, vá ao Painel de Controle > Rede e Internet > Central de Rede e Compartilhamento > Solucionar Problemas. Muitas vezes, essa ferramenta acaba por corrigir o problema de forma automática.

#05. Com o seu driver

Que pode estar desatualizado: são os drivers que fazem a conexão do seu computador com a rede sem fio. Se ele estiver desatualizado, corrompido ou com algum problema de compatibilidade, é possível que ele impeça a conexão. Para verificar se esse é o caso, alguns programas podem ser úteis, como o Driver Easy (todavia, para baixá-lo, é necessário ter uma conexão de internet). Além de fazer uma varredura no seu aparelho, ele ajuda-o a funcionar de forma mais otimizada.

#06. Por causa da interferência de outros aparelhos

Além dos fatores que mencionamos no item 1 – ou seja, o uso de outros aparelhos que também estejam conectados ao WiFi -, eletrodomésticos ou eletrônicos que utilizam a propagação por meio de ondas, como o microondas, o telefone sem fio, os aparelhos via Bluetooth ou a babá eletrônica podem atrapalhar o sinal do seu roteador. Isso acontece porque as ondas são emitidas em frequências diferentes, e essa interferência pode ocorrer, inclusive, por causa de redes sem fio vizinhas à sua. 

Ninguém está livre de passar algum perrengue com a internet. Se você é do time dos azarados, pode ser que isso aconteça em um momento no qual você realmente precisa utilizá-la, mas, infelizmente, pelo menos na maioria das vezes, essa situação independe de você. 

Se mesmo com todas essas dicas o seu problema persistir, a solução imediata pode ser conectar o cabo Ethernet (aquele que vai direto no roteador e geralmente é azul) diretamente na entrada do seu computador, assim você provavelmente continuará tendo acesso à Internet. 

Considere, também, se não pode ser o caso do seu roteador estar ultrapassado. Os fabricantes lançam atualizações para o dispositivo a fim de trazer melhorias, então confira se é possível realizar este update. Por outro lado, pode ser o caso de ele realmente estar estragado, então sugerimos realizar o teste com outro aparelho, caso você tenha à sua disposição.

E para finalizar…

Se ainda assim você não conseguir conexão, não se desespere! Nem tudo está perdido. Acontece que é realmente chegada a hora de contatar seu provedor de internet, que pode resolver seu problema remotamente ou enviar um funcionário para verificar a conexão da internet da sua casa ou apartamento. Resta torcer para que o seu problema seja resolvido o mais rapidamente possível e lembrar que existe vida fora da internet – embora, nesse momento, ela pareça bem mais monótona.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Posts Relacionados